Achei que este post merecia o título super sugestivo e dramático porque a verdade é essa: eu corri 21.1km em menos de 2h 🙏🏽🙏🏽🙏🏽 Quem diria que depois da Meia Maratona de 15 de Outubro iria conseguir correr e ainda baixar 19min da última prova.

O dia amanheceu solarengo como eu nunca esperei. Depois de duas semanas de chuvas intensas, o dia da prova tinha chegado. Levantei-me as 08:00, tomei um duche, pus um creme de antifriccao nas zonas especiais (junto ao top, nas costuras dos calções e na zona das meias ao pé dos calcanhares), um creme de aquecimento nas pernas  (tenho mostrado nos stories, tem sido fundamental para evitar lesões e potenciar o desenvolvimento muscular) e comecei a preparar o pequeno-almoço: umas grandes papas de aveia com cacau, banana e morangos. Vejam mais sobre a minha preparação aqui.

Sai de casa em direção ao encontro da prova, a música já se ouvia e a quantidade de pessoas não escondia os ânimos que se faziam sentir. A energia antes (e durante!!! Mas antes) de uma prova destas é incrível. As pessoas estão felizes, bem dispostas, o sol até apareceu para nos dar a boa sorte 🍀

10:30 e a prova começa. Ainda no eixo norte sul, cai a primeira chuva ☔ uma bem de leve como quem não quer dizer que ainda vinha aí chuvada mas essa deixo para mais logo. Já tinha tirado a minha long sleeve  que é quentíssima e já estava pronta para arrasar!!! E assim foi, durante o 2, 3,4,5…. lembro me de estar a passar Alcântara e ver a divisão das pessoas que iam na mini maratona a virar para a direita no sentido Belém e nos a virar para a esquerda em direção ao cais Sodré. Aqui, feliz da vida, pensei logo:” bolasssss, porque é que me aventuro nestas coisas….” e deus castigou-me obviamente, e com razão. Quem é que me mandou questionar seja o que for…

Estavamos a passar Belém e eu a pensar que podia já estar sentada na relva como muitas pessoas mas não, estava ali a cumprir pela segunda vez um grande desafio que me tinha proposto, até que comecou a chover. Mas Malta! UMA CHUUUUVA!!!!!!! Nem vos digo nem vos conto. Não mais de 2min super intensos que foram suficientes para deixar toda a gente encharcada. Foi mau porque fiquei logo com os pés molhados (que odeioooo) mas foi bom porque deu um up, uma energia extra. Confesso que esteve bastante calor ao longo da prova por isso aquela chuvinha até foi boa para refrescar. O pior mesmo era o vento… foram quase 10km contra um ventooooo! Aliás quando chegámos a Cruz Quebrada e voltamos para trás em direção à meta parece que as pessoas até iam mais rápido, um vento sem igual que nos kms finais ate foram úteis. Claro que ainda levamos uma molha final no km 18 só para lembrar que a força da natureza nunca nos deixa nos momentos difíceis….

e assim foi, cruzei a meta com 01:59’ de tempo e uma mistura de sorriso e lágrimas no rosto. Aquela sensação de dever cumprido mas cansaço… uma pessoa nunca sabe bem o que sente nestes momentos mas o agradecimento esse é garantido!!!!! O que eu penso é a sorte que tenho em ter um corpo que me permite fazer uma prova destas, o corpo é realmente uma máquina incrivel capaz de tudo se o tratarmos bem.

Escusado será dizer que se seguiu uma grande almocarada com tudo a que tenho direito (sopa, arroz de pato e mil e uma sobremesas: crumble de maçã, mousse de chocolate e muitos mais…) e uma semana que terminou hoje apenas com dois treinos de musculação, muitas horas de sono (sim, o descanso é fundamental… eu sei que passo a vida a dizer isto mas as minhas 8/9h noite são um dos segredos para a minha energia diária) e uma vontade de começar a próxima semana com uma energia renovada.

Queria apenas deixar um agradecimento especial a Adidas pelos #ultraboost que tiveram uma performance incrível nesta prova e toda a roupa adequada que permitiram que me preparasse como uma verdadeira atleta.

Ao meu PT Gonçalo Henriques que me treinou a nível muscular para que o cansaço não se acumulasse ao final dos 21.1km.

A Malo Clinic Sports pela disponibilidade de treinar no ginásio com profissionais de qualidade e com uma luz incrivel que anima qualquer pessoa as 07 da manhã.

A Akileine pelos cremes incríveis de início (START) e fim de treino (RELAX).