Fala-se muito hoje em dia do jejum intermitente na ajuda para a perda de peso, para “secar” o abdómen ou para a “limpeza” do organismo. Sou sincera que até há 1 ano atrás, nunca tinha ouvido falar desta prática sem ser relativamente ao povo muçulmano na altura do Ramadão. Por aqui já podemos ver que é uma prática antiga e, agora que começou também ela a ser realizada por mais pessoas, é normal que gere alguma curiosidade.

Antes de mais, é importante saberem que fazer um jejum é uma prática que deve ser sempre acompanhada por um nutricionista, caso contrário pode trazer sérios problemas de saúde. Se não pensam em ser tão radicais, experimentem um detox. Um detox não significa cortar todos os alimentos e/ou líquidos do nosso dia-a-dia mas escolher aqueles que nos ajudem a fazer uma limpeza, tal como o nome indica. Vejam aqui o Plano de 1 dia.

Agora vocês perguntam-me como é que faço jejum todos os dias, certo? Todos fazemos no período em que estamos a dormir! Sendo que a minha última refeição é 2h antes de ir para a cama e durmo em média 8h/noite (minhas ricas 09h de sono diárias que se perderam sem eu dar conta) acabo por ter sempre cerca de 10h de um período sem comer que acaba por ser um jejum. Será que faz diferença? Não sei, sei que sempre gostei de me deitar cedo e, segundo os especialistas, está provado que pessoas que dormem mais, são normalmente mais magras. Se pensarmos bem, até faz sentido, sendo que durante esse tempo não fazemos refeições 🙂

O que precisam de saber caso queiram começar a fazer jejum intermitente:

  • PRIMEIRO, falem com o vosso médico para saber se esta é uma prática que podem adotar
  • Evitem comer alimentos com açúcares, álcool e preferencialmente produtos lácteos
  • Evitem comer hidratos de carbono simples (açúcar, pão branco, bolachas, bolos…) e alimentos processados
  • Durante uma semana experimentem fazer a vossa última refeição pelo menos 2h antes de se deitarem e a primeira do dia após 1h – antes disso, ao acordar, beber 1 copo de água morna com limão ajuda (a evitar por quem tem problemas gástricos!)
  • Tentem dormir diariamente pelo menos as 08h recomendadas

Lembrem-se que a primeira refeição após o jejum é a mais importante!!! Proteínas, gorduras saudáveis e hidratos de carbono complexos são bem-vindos. Depois, o horário das refeições pode e deve ser feito como estão habituados. No meu caso, eu gosto de comer de 3h em 3h no máximo…

Opções saudáveis para o pós-jejum:

  • Sumo natural e uma omelete de vegetais
  • Puré de frutas com bebida vegetal e frutos secos
  • Papas de aveia com fruta descascada

Vejam outras opções aqui.

Falem com o vosso médico e saibam de que forma o jejum pode ser uma boa opção caso queiram perder peso e/ou limpar o organismo. Se estão abaixo do peso, grávidas e/ou tem alguma doença, esta prática não deve ser realizada.

Partilhem comigo se notaram alguma diferença 🙂